• Gustavo Figueirêdo, psicólogo clínico

Jaaaaa...aaaaneiro Branco


Reticência quer dizer: “... um pensamento ou ideia que ficou por terminar e que transmite, por parte de quem exprime esse conteúdo, reticência, omissão de algo que podia ser escrito, mas que não é.”. Isso!: “... pensamento ou ideia que ficou por terminar...”. Em janeiro é celebrada a - Campanha de Conscientização sobre a Saúde Mental - Janeiro Branco.


Neste sentido, para que possamos ter como consciência uma campanha interminável ou o tempo todo sendo sentida emocionalmente, assim como demonstra a palavra janeiro no título deste artigo, o que seja possível para? Primeiramente devemos ter em mente, o significado da palavra branco, no seu sentido figurado: “livre de intenções ou influências malévolas.”. Mas, como assim?


A minha ou a sua saúde mental só pode ser usufruída quando optamos por, também, não irmos ao encontro de intenções ou influências malévolas. Mas, por que também? Porque é sabido que existem casos de doenças mentais que são oriundas da genética. Como alguns tipos de depressões, por exemplo. Ao contrario, as causas são de ordens existenciais. As consequências da pandemia que nos digam!


Mediante como a realidade tem se apresentado para nós, como estamos nos relacionando com ela? É verdade, dependendo da situação, muitas vezes não é fácil estarmos resilientes com os contextos surgidos em nossas vidas. Mas, para que possamos continuar em harmonia com o nosso ser, o que vem sendo necessário para que, o mesmo, esteja em sintonia com a nossa existência?


Uma grande possibilidade que nos foi oferecida para que aguamos a nossa saúde mental foi o surgimento da pandemia em dois mil e vinte. Não sei se a maioria está podendo se dar conta disso. Mas, como assim? Do ano passado para cá, umas das palavras mais faladas depois da chegada do vírus, foi a emergência da vacina; para que através dela possamos retomar a normalidade da vida. O descobrimento da vacina é realizado em laboratório. No entanto, para o amadurecimento da nossa saúde mental, metaforizando a palavra laboratório (experimento sentimental); o ano passado foi nos ofertada uma grande oportunidade, para que a partir do janeiro branco possamos colocar em prática, todo o estágio de vida surgido.


Com a mudança do curso normal do dia a dia da humanidade, a transferência das instituições (o trabalho, as aulas remotas,...) para dentro das casas; passamos a exercer com mais propriedade, intenções, onde até então não mais realizadas com tanta frequência: a paciência, a escuta, a prestação de favor,... Estes propósitos, para quem não sabe, alimentam a nossa saúde mental, prestando-nos como consequência um bem-estar para melhor permanecer na vida.

Claro! Como ninguém imaginava que um dia teríamos que nos deparar com essa mudança drástica de vida; nem todos, e o tempo todo, estamos aptos para conviver harmonicamente com as surpresas surgidas na vida. Muita gente tem ido ao encontro, em si e por si: da raiva, da ira, do rancor,... Sentimentos que intoxica a nossa essência mental. Sei que os acontecimentos existenciais, para muitos, não vêm sendo fácil. Mas, como resgatar o nosso bem-estar?


Por fim, caro leitor, eis a questão? Tu tens ido ao encontro de intenções ou influências malévolas? Ou esteja dando preferência aderir à campanha de conscientização sobre a saúde mental? Ou seja, ir em busca do teu bem-estar. Caso não consiga por conta própria, o que te impede de procurar ajuda?

A pandemia do rompimento

#bemestar #felicidade #harmonia #janeirobranco #saúdemental

72 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo