• Gustavo Figueirêdo, psicólogo clínico

AtU falhU

Como profissional da saúde mental nunca gostei de me envolver com política partidária. Por dois motivos: primeiro, por não ser da área das ciências políticas; e segundo, principalmente, por ser antiético. O artigo segundo, do código de ética dos psicólogos, pontua que é proibido a indução de convicções políticas. No entanto, para essa perspectiva, sempre me classifico um ser apartidário.


Mas, com muito respeito, gostaria de pontuar uma fala do candidato e Ex-Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva; repito!: Ex-Presidente da República; quando no seu primeiro comício de campanha para o segundo turno, o mesmo cometeu um ato falho, dizendo: “... porque esse país nunca teve um governo que se preocupasse com a educação.”. Obviamente que, o seu opositor, já deve ter cometido, vários equívocos, também. Enfim, somos todos, seres humanos.


Mas, o que é ato falho? “É um ato que difere do significado ao qual a intenção consciente do sujeito desejaria atribuir (algumas vezes, podendo ser de significado contrário).”. Concordo com você, companheiro Lula! Haja vista, basta acontecer, por exemplo, uma catástrofe climática que, as salas de aulas, das redes públicas, passam a ser servidas de acolhimento para os desabrigados. Trazendo como consequência o interrompimento das aulas. Fora tantos outros motivos.


Eu não diria Freud, mas como Paulo Freire, caso fosse vivo, acolheria essa fala, ou ato falho, do Ex-Presidente? Certamente, o mesmo, deve estar se contorcendo no túmulo. Se o educador ressuscitasse, provavelmente iria procurar a Educação de Jovens e Adultos (EJA) para tentar compreender o Ex-Governante.


Eita! Agora que percebi que escrevi o título deste artigo errado. No entanto, não tenho vergonha de reconhecer que, nunca fui muito bom, na língua portuguesa. Certamente, a desgovernança educacional se reverbera (risos).


Confesso que, quando discorria esse texto, veio-me em mente, a estrofe da música do Legião Urbana – Que país é este? – “Que país é esse? Que país é esse? Que país é esse?”.

Por fim, caro leitor, eis a questão! Que país é esse? Que país é esse? Que país é esse?

A pandemia do rompimento

#cidadão #eleitor #política #respeitohumano #saúdemental

88 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tu és?

Como!?