• Gustavo Figueirêdo, psicólogo clínico

Teu Congresso Nacional


Ultimamente, fala-se tanto das questões sociopolíticas do nosso País, que a população parece ser impelida para um cenário de cativeiro. Metaforicamente, a palavra cativeiro é o local onde quem esteja sequestrado perde a sua autonomia, sua liberdade. A “crise financeira” tão falada é como um cativeiro para a população.


No Congresso Nacional ingressam parlamentares eleitos pelo povo, que ali nos “representam”. Segundo o dicionário online de português, a palavra representar quer dizer: “...reproduzir a imagem de...”. Nesse sentido, como anda a nossa produção humana na sua mais sublime realização, através dos nossos atos e atitudes, no cotidiano?


Sigmund Freud dizia que o ser humano tem como um dos mecanismos de defesa a projeção. Projetar é atribuir a outrem as nossas insatisfações inconscientes, que nestas ficam reprimidas para, conscientemente, não virem a nos angustiar. Nesse sentido, projetamos nos políticos nossas limitações, já que somos nós que os elegemos. Olhando nessa perspectiva freudiana, como deveremos edificar o nosso capitólio subjetivo para que não seja reproduzido nos outros ou nas coisas, inconscientemente, as nossas mazelas psíquicas? Para que, com isso, essa produção capitoliana não tenha - como efeito bumerangue - o resultado que a população brasileira vem cultivando?


Caro leitor, caso tenha ido, precipitadamente, ao encontro das respostas as quais o título tenha lhe oferecido, como deveremos adquirir uma consciência dianética, para que melhor nos deparemos com o nosso congresso nacional? Dianética, oriundo do grego, que quer dizer mediante o equilíbrio. Ou seja, como nos depararmos com uma consciência equilibrada, para que passemos a fazer usufruto das nossas condutas cíveis mais sãs?


Certamente, a busca dessas condutas nos proporcionará uma paz interior, e teremos, como reflexo, uma qualidade de vida social mais harmônica. Com ela, possivelmente, passaremos a ir ao encontro do próximo com mais fluidez, em um processo em que um retroalimentará o outro.


Eis a questão! O teu congresso nacional, subjetivamente falando, como anda? Harmônico ou desarmônico? Cabe uma reflexão.


36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Av. Flor de Santana, 357

Empresarial Flor de Santana

8º andar, Sala 804

Parnamirim Recife-PE

Cep: 52060-290

Tel: +5581 98701-3176

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White LinkedIn Icon

© 2017 por